Teatro

O teatro pulsa e te proporciona impressões incomparáveis. Ver tudo aquilo acontecer na sua frente excita, te leva para perto. Cinema é bom, mas o teatro é encantador por causa da verdade que ele trás, a emoção que te proporciona.

Eu quero ver o Oco!

"Antes de mais nada, hoje é o dia mais apaixonado do ano, o amor está no ar, casais apaixonados lotam restaurantes, bares, cinemas, teatros, parques, motéis ... Tudo que eles possam fazer um programa legal e ficar juntos. Então, feliz dia dos namorados. por quatro fotojornalistas: João Silva, Kevin Carter, Greg Marinovich e Ken Osterborek.

The finals

Ávidos leitores, juro que daria apenas os parabéns ao vencedor da pós-temporada em alguma postagem que poderia escrever após o campeão ser anunciado, mas tudo muda muito rápido e estou aqui, no meio da série, para falar disso.

Barça Barça

Barcelona é campeão mais uma vez da Champions League. VISCA BARÇA BARÇA!

Divergente

Era uma vez um planeta saturado de guerras e doenças. Era. A humanidade encontrou uma digressão, ou melhor, uma possível solução para o caos do mundo. Assim surge a sociedade alternativa e futurista criada por Verônica Roth.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Então é Natal!

A época mais linda do ano. Uma festa milenar e quase universal. Há quem diga que o capitalismo ceifou a magia do natal. Impossível. As ruas resistem enfeitadas. As famílias prosseguem festejando. A alegria natalina continua encantando e revitalizando.
Revitalizar é a essência do natal. Dar vida novamente. Alguém perfeito se dispôs a nascer em um mundo impuro para salvá-lo. Um nascimento que revitalizou. Um nascimento que deu a vida que o pecado tirou.
Hoje é o aniversário do menino Jesus. Nós somos o presente de aniversário que Ele deseja e Ele é o melhor presente de natal que podemos dar, receber e aceitar em nossas vidas.  Vamos comemorar a noite feliz. Boas festas para todos nós com a família, árvores de natal, brilho, amor, caridade, felicidade e paz.



Natal Real
Foi importante Ele vir lá em Belém
Mas só tem valor se nascer em mim também
Eu descobri que o sentido do Natal
É o nascimento de Jesus
E sendo assim, hoje mesmo é Natal
Hoje Jesus nasceu em mim
E amanhã será Natal de novo
E eu espero que depois de amanhã seja outra vez
Pois Jesus precisa renascer
Todo dia na gente, dentro da gente
Pra ser Natal real
Eu recebi um presente de Jesus
Quando ele nasceu no coração
Frutos que vêm do Espírito de Deus
Fé, paz, amor e mansidão
Feliz Natal, é assim Feliz Natal
Um Natal que sai de dentro em mim
Eu quero ser como a Estrela de Belém
Levando outros a Jesus



By: Emanuely Miranda

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Não Conte a Ninguém

Enfim, chegamos na semana do Natal! Penúltima semana do ano, famílias inteiras reunidas para comemorar as festas de fim de ano. Por isso, hoje, trazemos uma postagem diferente, bastante leve, assim como essa semana deve ser. Então, fiquem com uma das grandes obras do mestre Harlan Coben.
Não conte a ninguém. Cuidado, você pode estar sendo seguido. Sempre ouvimos essas expressões vindas das pessoas que nos amam e esses conselhos sempre são bem-vindos. Principalmente nos dias atuais, onde a violência é enorme.
Nesse livro não poderia ser diferente. A calmaria vivida pelo Dr. David Beck é transformada num verdadeiro caos após um assassinato acontecido há muito tempo voltar a tona, na "oportunidade" sua esposa foi ceifada de sua vida.
Um e-mail pode alterar completamente a sua rotina, no caso de David foi o início de seu inferno pessoal. Dr. Beck retoma por conta própria a investigação do assassinato da sua esposa.
Uma loucura e tanto, afinal o acusado estava preso. Muitas coisas acontecem e o herói  se torna vilão e acaba procurado pelo FBI. Poucos o ajudarão a provar a sua inocência, muito poucos.
E quando tudo parece estar resolvido, a imagem do "santinho" Dr. Beck é completamente desfeita por sua tamanha perversidade e sedo por vingança. É um fim surpreendente, que foge completamente a previsibilidade que fora proposta pelo autor.
Harlan Coben foi instintivo ao escrever esse livro. Tornou ficção o que muitas vezes é realidade e deu uma dramaticidade incomparável. O título envolve o leitor do início ao fim, cheio de mistérios e suspense, e com um final surpreendente.
Ele mostra porque é considerado um dos melhores escritores de suspense do momento, traz a dúvida ao leitor e o surpreende com o desenrolar de sua narrativa.



quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

25 anos de alegria

São duas décadas e meia de muito sucesso na tv. É a série que está a mais tempo no ar no mundo. Acumula muito mais de 500 episódios. Provoca milhões de gargalhadas ao redor do mundo a cada novo episódio. São amarelos. Moram no estado de Illinois.
É claro, estou falando d'Os Simpsons. A família mais amada do mundo consegue apresentar perfeitamente a sátira ao padrão de vida de uma família de classe média estado-unidense associando a piadas ácidas, críticas e ações que, algumas vezes, os tornam odiados por algumas pessoas.
Marge, Homer, Bart, Lisa e Maggie foram inteiramente inspirados numa família real. A família do criador dos seriado, Matt Groening, foi a fonte de inspiração para os personagens. O Bart é o 'alter-ego' do próprio autor.
O comportamento do Homer é uma das maiores críticas a série. É isso o que eu ouço quando converso com "não fãs" da série. Todos não sabem a real trajetória do Homer, uma criança sem a presença materna e com um pai bem alternativo. Assim eu justifico o comportamento meio explosivo e diferenciado que ele tem.
Mas não importa. Podem apresentar milhares de defeitos que a série continua maravilhosa. Comprovando a longevidade e os vários prêmios arrecadados ao longo dessa trajetória, que só faltou o Oscar de melhor animação com o filme deles.
Além disso, a credibilidade da série é tão grande que dezenas de personagens mundialmente conhecidos já emprestaram seus rostos para a série, pessoas como Paul McCarteny, Lady Gaga, Michele Obama e, até, a banda Metallica já passaram pelos episódios, por exemplo.
Amem ou odeiem, Os Simpsons, permanecem nas telinhas de milhões de pessoas sempre que estreia um novo episódio. E que possa durar muitas temporadas causando alegria e discórdia, em alguns episódios, ao redor do mundo.



quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Monsters of Rock

Essa foi a segunda melhor notícia do dia. Porque a primeira foi o anúncio do início do fim das sanções estado-unidenses a Cuba depois de mais de cinco décadas de diálogo diplomático inexistente entre essas duas nações. Porém esse não é o nosso assunto. Então, vamos ao que interessa.
O Monsters Of Rock está de volta para sua sexta edição no Brasil em 2015. E para essa nova edição, o festival mais "roqueiro" do país trás um line-up muitíssimo pesado com nome bastante consagrados no meio fonográfico e algumas apostas que já possuem um certo público.
Enquanto na última edição, em 2013, os nomes mais aguardados eram Aerosmith, Slipknot, Whitsnake e Korn. Para o evento do ano que vem, a organização, trará nomes como: Kiss, Ozzy Osbourne, Judas Priest e Motorhead, capitaneando as duas noites do festival.
Além de nomes consagrados, será uma ótima oportunidade de assistir a uma banda que vem causando um certo barulho. A banda Black Veil Brides vem se destacando no movimento e chega pela segunda vez ao Brasil(primeira passagem foi em 2012) com uma base de fãs consolidada e muito ligada no som da banda.
Os shows acontecerão em São Paulo, na Arena Anhembi, nos dias 25 e 26 de abril de 2015. Os ingressos estão disponíveis para venda a partir da próxima sexta-feira, dia 19. No primeiro lote, o passaporte para dois dias custa R$ 620. Para um dia, o preço é R$ 350. Há meia-entrada.

Confira a escalação completa do Monsters of Rock
Sábado, dia 25 de abril
Ozzy Osbourne, Judas Priest, Motorhead, Black Veil Brides, Rival Sons, Primal Fear
Domingo, dia 26 de abril
Kiss, Judas Priest, Manowar, Accept, Unisonic, Yngwie Malmsteen, Steel Panther

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Treta da Pitty com a Anitta

Eita, hein! Muito se falou sobre a pequena divergência de opiniões entre a Pitty e a Anitta, no último sábado, no Altas Horas, quando o Serginho indagou a Flora(?) sobre comportamento feminino e as reações masculinas, por ela ter uma apresentação dita como mais "quente".
Até que a Anitta foi introduzida no assunto. E, a partir daí, foi só bobagem. Em parte, é verdade, algumas coisas que ela colocou fazem sentido, entretanto outras .... Ah! As outras. Anitta perdeu uma grande oportunidade de ficar quieta.
Para início de conversa, ela quis bancar a inteligente, ciente de todos os conceitos sociais envolvidos na situação. A tentativa dela de ser politicamente correta, foi o estopim do "desentendimento" entre as duas. Nunca que na sociedade atual, ATUAL, no Brasil, ou em até outras partes do mundo, mulheres e homens estão equiparados, ainda há esse preconceito, e não será a Anitta a iniciar essa mudança.
Depois ela caiu em total contradição com que ela faz no palco, e a Pitty a respondeu muito bem, muito bem mesmo. E é bem verdade, se uma mulher como a Anitta que é, reconhecidamente, muito bonita, não se dá o respeito e faz exibições bem sensuais no palco, ela não pode pedir respeito, por mais no artístico. Pessoas fora desse meio, a verão como um objeto de desejo, e no fundo é isso.
Bem, a opinião da Pitty foi bastante coerente com suas atitudes. Mostrou extrema personalidade para debater e, um certo, embasamento muito bem estudado, principalmente por ter fugido do discurso clichê que sua "concorrente" apresentou.



segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Brasileirão 2014

Esse foi um ano trágico para o futebol brasileiro em todas as possibilidades que você conseguir pensar. Tomamos uma goleada acachapante, para a Alemanha, no nosso país, na nossa Copa do Mundo, nenhum clube brasileiro chegou se quer a fase de semi-finais da Libertadores da América e, para piorar, o nível do Campeonato Brasileiro não foi dos melhores.
Ora! Somos pentacampeões do mundo, onde estão os megainvestidores para realizarem seus investimentos em nossas equipes de futebol? Afinal, eles são os entusiastas, assim como muitos jornalistas, do futebol bem jogado, que só acontece(cia) no Brasil.
Mais uma vez o Cruzeiro foi campeão, um verdadeiro bi-campeão, do Brasil. O time comandado por Marcelo Oliveira encantou a nação com um futebol bem jogado e em nenhum momento foi ameaçado por seus 19 adversários, tirando um pouco do encanto do campeonato que só teve brigas paras as vagas na Libertadores até a antepenúltima rodada.
A decepção desse ano foi o futebol carioca, que teve o Botafogo rebaixado, Flamengo lutando para não cair até as últimas rodadas e o Fluminense, que tem um grande elenco, sendo prejudicado por problemas extra-campo que refletiram nas atuações inconstantes do time. Além disso, teve o Vasco que fez uma Série B "na conta" para retornar a divisão de elite nacional.
Foi sim um campeonato com baixo índice técnico, mas teve um ponto positivo muito claro. O legado deixado pela Copa do Mundo trouxe mais organização para a competição nacional que iniciou a realizar protocolos para a entrada dos times em campo, muito semelhante aos adotados pela FIFA, e, também, os jogos começaram a iniciar no horário marcado.
Agora começa a movimentação de bastidores dos clubes negociando com empresários a vinda de novos jogadores para reforçarem as suas equipes. Já é Natal no futebol brasileiro e vários "presentes" podem estar chegando. Então aguardem, torcedores!



Atualização - 10/12/2014

E para piorar a situação do futebol carioca, na manhã desta quarta-feira, foi anunciado o rompimento de contrato entre Fluminense e Unimed. Isso representa um grande problema para o clube que tem sua saúde financeira comprometida por sofrer com penhoras e dívida multi-milionária, ainda tem, também, o salário dos seus principais jogadores associados à folha de pagamento da ex-patrocinadora. Será um período obscuro para o clube, agora terá de arcar integralmente com os salários dos seus principais craques, algo que não acontecia desde 1999, quando iniciou a parceria. O Fluminense é grande e ,tem uma torcida poderosa, certamente conseguirá inverter essa situação rapidamente.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Em Breve no Blog!

Fiquem por dentro, pois logo logo estaremos com novidades para vocês, queridos leitores!
Informações, entrevistas, notícias em multimídia e resumo semanal para vocês!
Em Breve! Tudo isso aqui no Blog Conexão Campista.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

A-Ha no Rock in Rio 2015



Nesta quinta-feira dia 04 de dezembro de 2014 Roberto Medina, fundador do Rock in Rio, resolveu nos surpreender com uma grande notícia inesperada. O Rock in Rio Brasil completa em 2015,  30 anos de história e porque não surpreender? Pensando assim foi anunciado ontem em pleno Maracanã, local onde em 1991 rolou a segunda edição do festival,  a participação da banda norueguesa A-Ha. 
A banda foi formada em 1982 e possui 3 integrantes: Morten Harket (vocalista), Magne Furuholmen (tecladista) e Pål Waaktaar (guitarrista).
Foram responsáveis pelo delírio de prazer de milhares de fãs no mundo que eram e são até hoje loucos pela banda.
O grupo alcançou grande sucesso logo com o seu álbum de estréia: Hunting High and Low, lançado em 1985. A banda foi indicada ao Grammy award como melhor revelação e conquistou 8 prêmios da MTV norte-americana.
O A-Ha fez tanto sucesso que no segundo festival alcançaram seu maior público que foi de 198 mil pessoas em pleno Maracanã lotado.
Aqui em casa temos o LP Stay on These Roads lançado em 1988 e que de acordo com Magne (tecladista), foi o álbum mais difícil de se fazer e o que eles mais se orgulharam.
Podemos ter a certeza que a banda será muito bem vinda e bem recepcionada pelos brasileiros.
Dessa vez Roberto Medina acertou em cheio e resolveu nos surpreender de uma forma impactante. Estamos aguardando mais informações para apresentarmos aqui no blog.
Até agora temos confirmados a presença da cantora Katy Perry, das bandas: System of a Down ou SOAD,  e A-Ha e o cantor John Legend.
Esperamos o seu like ;) Curta nossa página no facebook e se inscreva aqui no blog
 

Fim do Coldplay(?)

É uma notícia não muito boa, mas, ao que parece, o Coldplay estará se retirando dos palcos nos próximos anos, segundo o vocalista da banda Chris Martin. "A Head Full Of Stars" será o último álbum de estúdio dos músicos ingleses.
Essa não é a primeira vez que Chris Martin anuncia que a banda dará um tempo. Em 2012, eles cogitaram parar de fazer grandes shows, não abdicando da carreira, mas sim fazendo shows e projetos mais intimistas, mas essa ideia não foi adiante, ainda bem.
Ao que parece esse será o fim de tudo, aparentemente não tem como voltar atrás com essa decisão. O que é uma grande pena, pois trata-se de uma das melhores bandas de pop/rock do mundo, com milhões de fãs ao redor do globo.

“Ainda não falamos para ninguém, mas estamos fazendo um novo álbum chamado ‘A head full of dreams’. Estamos na metade do processo”, disse o cantor em entrevista à rádio BBC 1. “É nosso sétimo disco e estamos vendo o projeto como se fosse o último livro do ‘Harry Potter’, ou algo do tipo. Mas não posso dizer que não haverá outro projeto algum dia”.
Então, tomara que seja apenas o último disco, e não uma retirada de vez os palcos, como uma aposentadoria. A banda é muito grande e muito importante para acabar de uma hora para outra sem motivos realmente importantes.

Lembrando que a banda alcançou o estrelato com o disco "Parachute", de 2000, que tinha o hit "Yellow", e foi o disco de estreia. Recentemente, eles lançaram o disco Ghost Stories, que tem como música emblemática "A Sky Full Of Star" e outras ótimas músicas como: "Magic" e "Ink.".




segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Una gran mensaje a Chesperito

Senti-me obrigado a alterar tudo que havia escrito para hoje e, zás, vamos começar a escrever tudo novamente e, zás, veremos no que vai dar. Espero que tudo que eu consiga escrever seja da grandeza desse nobre mestre.
É muito difícil, não sei nem por onde começar, uma grande luz se apaga. Bolaños na simplicidade de uma criança marcou profundamente a vida de milhões de pessoas ao redor de todo continente Americano, que se rendeu a sua humildade e genialidade.
Na minha curta experiência Chavista(Chaves do Chesperito) no ano passado, fui a um show da turnê de despedida do Carlos Villagrán, o Quico, e foi um encontro maravilhoso, o "pastelão" não é chato, é um humor simples que funciona maravilhosamente bem, com um teatro lotado gargalhando o tempo inteiro, algo que só tinha visto antes em show de stand-up.
Agora me pergunto: "Por que o Bolaños não ganhou um Nobel e o Chaves um Emmy?" Esses grandes furos muito me entristecem, um é um grande escritor, dramaturgo, um dos atores mais conhecidos das Américas e sua criação mais vistosa, assim como o Chapolin, não terem obtido um reconhecimento maior internacional.
O que há agora para falar são clichês. As Américas estão menos felizes agora. O homem responsável por alegrar diferentes gerações há 40 anos, nos deixou. A marca "CH" entra para a história e será relembrada, certamente, para as próximas gerações. Ninguém contava com a sua astúcia, bando de gentalha.
Não sou o maior fã, nem me considero como tal. Sou apenas um admirador do trabalho de um garoto de 8 anos, que mora dentro de um barril, e diariamente nos dá mensagens de amor ao próximo, alegria e superação sempre.
Chesperito, te estrañamos de ahora hasta todo el siempre.





quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Pó de lua para todos

   Em "Pó de lua", Clarice Freire traz versos e desenhos. A página do facebook que virou livro apresenta uma poesia desenhada, delicada e inspirada. A publicitária recifense que virou autora encontrou um jeito particular e lindo de versejar.
   Clarice Freire brinca com palavras e traços que sugerem uma leveza capaz de retirar a gravidade das coisas e envolver os corações mais pesados possíveis. Pensamentos, emoções e sentimentos passeiam pelo livro. É possível encontrar a saudade em uma página e reconhecer a paixão em outra.
   As folhas outrora vazias do caderno moleskine ficam perfeitamente preenchidas com a caligrafia especial e característica do "Pó de lua". A criatividade e o talento da autora enfeitam a obra do princípio ao fim. Os trocadilhos são espetaculares. Todos elementos que o livro oferece são belos e cativantes.
   Fatos pequenos são protagonistas das poesias e revelam a grandeza da vida. Aliás, a vida fica mais encantadora com poesia. A vida fica mais afetuosa com "Pó de lua" e suas palavras que flutuam sem peso pelas páginas.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Mundial de F-1

Ontem, 23, finalmente saiu o campeão do mundial de Fórmula 1. Depois de um ano muito polarizado entre Hamilton e Rosberg, o primeiro sagrou-se bicampeão do campeonato automotivo mais importante do mundo.
O inglês conquistou 11 vitórias nas 19 corridas disputadas, um número reconhecidamente alto. Se não fossem alguns problemas mecânicos, ele poderia ter sido campeão por antecipação com certa facilidade, nem seu companheiro, Rosberg, poderia imaginar essa façanha de Lewis, sendo que ambos possuíam carros muito semelhantes.
A temporada em si não foi nem um pouco disputada, apesar de três vitórias da RBR com o Daniel Ricciardo, nada ameaçou a soberania alemã da Mercedes que liderou e conquistou o campeonato de construtores. Ainda mostrou como está mal a projeção e o desenvolvimento de carros por parte da escuderia Ferrari, que proporcionou a Alonso e Kimi um carro muito aquém de sua capacidade.
 A corrida de ontem mostrou que a Williams poderá tornar-se a segunda força para o próximo ano, sendo que ela já foi considerada assim esse ano, mas a inconsistência técnica da equipe em alguns momentos prejudicou.
E o mais prejudicado da temporado foi? Felipe Massa, óbvio. Simples pitstops foram problemas gigantescos para o brasileiro que deixou de pontuar em 8 corridas por causa de erros da equipe e uma série de outras falhas.
Porém a segunda colocação em Abu Dhabi encheu o brasileiro de esperança para que em 2015 ele esteja apto para disputar as corridas com mais chances as vitórias e até, quem sabe no fim, conseguir faturar o título de campeão do mundo.
O ano que vem será novamente repleto de mudanças, muitos pilotos trocarão de equipes, Felipe Nasr, brasileiro, irá guiar uma Sauber. Tem a volta da uma tradicional fornecedora de motor, a japonesa Honda. Além da Williams que poderá mostrar a que veio.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Slash- World on Fire

Para os fãs de Hard Rock, de um som mais pesado com riffs e solos intrigantes e para os viciados em música de qualidade, aconselho a escutarem World On Fire(o mais novo álbum do grande mestre das guitarras, Slash.) 
Nesse álbum o lendário guitarrista conta com as participações de Myles Kennedy(vocal), Todd Kerns(Backing vocal e baixista) e Brent Fitz(Baterista) que participaram com ele da última turnê (Apocalyptic Love). Inclusive, foi a turnê que trouxe mais novos fãs.
World on Fire conta com faixas incríveis carregadas de Riffs característicos e bem complicados.
Nesse álbum não há músicas que possam ser consideradas para completar disco, pois todas são de alto nível de qualidade.Não há como destacar músicas favoritas.
World on fire é longo. São 17 faixas em aproximadamente 80 minutos, mas não soa cansativo.
é bom demais ouvir e perceber que Slash segue produzindo música de qualidade, ao contrário de seu egomaníaco e ex-companheiro de banda.

  Conclusão: álbum extraordinário e como fã sinto orgulho de dizer que fui num show dessa banda. Para os que estão em dúvida sobre comprar ou não, não percam mais tempo e coram para as lojas para adquirir.

 Faixas do álbum:                  Curtam nossa página no Facebook


01. World on Fire
02. Shadow Life                                                  Clique aqui!
03. Automatic Overdrive
04. Wicked Stone
05. 30 Years To Life
06. Bent To Fly
07. Stone Blind
08. Too Far Gone
09. Beneath The Savage Sun
10. Withered Delilah
11. Battleground
12. Dirty Girl
13. Iris Of The Storm
14. Avalon
15. The Dissident
16. Safari Inn
17. The Unholy

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

II Mostra Musical do IFF

Ao que me parece, a minha revolta da semana passada foi ouvida. No mesmo dia, tive a oportunidade de ser convidado a assistir a II Mostra de Música do Intituto Federal Fluminense (IIMMUIFF).
Algumas bandas passaram pela Concha Acústica do IFF - Centro, mas uma me saltou os olhos, principalmente, pela sua coragem em fazer a sua apresentação 100% autoral.
A banda Huncreed permitiu-se debutar em grandioso estilo. Guns on Headphone, Nem tão perto nem tão longe e Nunca pode acabar, deram tom a curta, porém violenta apresentação da banda.
No estilo "os brutos também amam" suas composições trazem o amor para a ponta da língua de seus fãs que aconpanharam a banda do início ao fim.
O II MMUIFF reuniu os vencedores de um concurso realizado no ano passado. A qualidade esteve presente em todos os estilos o rock com a Huncreed, o reaggue, o samba, a MPB também participaram. É a tal diversidade que no post de semana passadaque eu estava falando na semana passada, bandas boas que podem se perder. É uma lástima, por causa da falta de investimento e oportunidade boas como esta.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Escolhendo mal

A recente idolatria nacional pelos astros internacionais provoca o momento ideal para a reflexão sobre o que exatamente está acontecendo com as bandas brasileiras. Isso fica ainda  mais evidente quando numa categoria que tem Lulu Santos e Nando Reis concorrendo como melhores cantores, o vencedor é o Thiaguinho, eleito pelo voto popular.
Então, esse é o grande problema, o popular tornou-se o declínio da música brasileira. Nada contra os estilos musicais, eles têm que conviver pacificamente, mas o popular perdeu o senso e, principalmente, a qualidade.
Não justifica dizer que: "Ah! Esses artistas o grande público não conhece." Mentira! Um é técnico do maior programa de calouros do Brasil, o The Voice, e o outro é um grande poeta, compositor, músico, de uma das maiores bandas nacionais de todos os tempos e a bastante tempo tem sua carreira solo.
Com isso, grandes músicos e bandas estão se perdendo, ou têm um sucesso meteórico e, depois, nunca mais se ouve falar neles. O próprio popular valoriza o que é de menor qualidade. E as gravadoras, coitadas, cada vez menos procuram novos artistas.
Parece uma situação um tanto quanto paradoxal. Posso estar parecendo um pouco nostálgico ou saudosista, até mesmo musicalmente preconceituoso. Mas Chico Buarque, Caetano, Gilberto e Teatro Mágico, entre muitos outros, por exemplo, não estarem "estourados" e pertencerem a uma minoria é um absurdo.
Enquanto isso Linkin Park, Guns 'n' Roses, Bruno Mars, Pharrel Williams, Jason Derulo, muitos astros, veem ao nosso país, custando milhares de dólares com a população participando intensamente. E o povo fala em qualidade dessas bandas, mas no Brasil tem muito disso. Por isso que Sepultura teve que sair do país para se tornar sucesso mundial, em busca do reconhecimento, coisa que não teria no Brasil e ainda sofreriam preconceito por tocarem heavy metal.
Não é que um pagodeiro não possa fazer sucesso, é até justo, é o trabalho dele e acaba sendo o reconhecimento de sua cansativa jornada. Porém é necessário que haja democracia até na música e não é isso que acompanhamos.Então, de quem é a culpa? A culpa, para mim, é do miserável do popular.



quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Prêmio Multishow 2014

Como vocês sabem, e foi amplamente divulgado, ontem aconteceu a premiação mais importante da música brasileira: Prêmio Multishow, em sua 21ª edição.
Com uma grandiosa estrutura, muito similar as que são apresentadas pelas premiações nos EUA, o programa esse ano tratou de fazer uma grande viagem no tempo, nos maravilhosos anos 90. Didi Wágner, Tatá Werneck, Paulo Gustavo e Ivete Sangalo foram os anfitriões da noite de música mais importante do país.
Trinta atrações de diferentes estilos musicais passaram pelo palco, a mistura da década de 90 com a atualidade deu uma liga muito boa, assim artistas do rap, funk, rock, axé, pagode e sertanejo passaram pelo palco, sem dúvidas o mais democrático da nação.
Ontem, também, foi uma noite de muita emoção, principalmente pela homenagem realizada ao meteórico grupo "Mamonas Assassinas" que alegrou a vida de milhões de pessoas com suas letras de rock voltadas para o humorístico. Aliás foi nesse número em que o Tom Cavalcante foi anunciado como novo contratado do Multishow, sua perfomance como Dinho foi muito bacana.
Música e humor são dois segmentos muito bem trabalhados pelo canal, tanto que eles deram o tom do evento do início ao fim, os quatro apresentadores foram verdadeiros mestres de cerimônia e deram um show a parte, principalmente Tatá e Paulo que tiveram oportunidade para isso.
Assim como tudo na vida, nem tudo é do jeito que imaginamos que deverá acontecer, resultado disso foi  grupos, cantores e discos excelentes ficarem sem suas devidas premiações por causa do voto popular. E, pelos resultados, percebe-se que no popular o pagode dominou, enquanto no júri mais gabaritado mpb e o rap marcaram forte presença.

Confira os vencedores em cada categoria:

VOTO DO PÚBLICO

Experimente: Sam Alves
Melhor Grupo: Sorriso Maroto (?)
Melhor Show: Ivete Sangalo
Melhor Música: Luan Santana - "Tudo Que Você Quiser"
Melhor Cantora: Paula Fernandes
Melhor Cantor: Thiaguinho (?)
Música-chiclete: Thiaguinho - "Caraca, Muleke!"

SUPERJÚRI

Artista Revelação: Boogarins
Nova Canção: Mahmundi - "Sentimento"
Melhor Show: Racionais MCs
Melhor Álbum: Banda do Mar - "Banda do Mar"


JÚRI ESPECIALIZADO

Versão do Ano: Alice Caymmi - "Homem" (Original: Caetano Veloso)
Novo Hit: Banda do Mar - "Mais Ninguém"
Melhor Clipe: Bonde do Rolê - "Vida Loka"
Música Compartilhada: Juçara Marçal - "Encarnado"

VOTAÇÃO PELO TWITTER

Melhor Clipe TVZ: Luan Santana - "Te Esperando"


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Não ao nulo

A política brasileira está infestada de políticos corruptos e com a população extremamente desacreditada, tanto que muitos desejam anular seu voto para que se abstenham de qualquer responsabilidade política.
 A prática de anular o voto é prevista na lei eleitoral, porém socialmente é uma medida descabida, pois abrir mão de sua representatividade e depois querer lutar contra o político no poder é uma situação um tanto quanto contraditória.
Anular o voto é permitir que outros decidam por você, outros que, talvez, tenham as noções políticas muito diferentes das suas. Um voto faz diferença, pois muitos acreditam que o seu único voto não irá fazer a diferença também, assim uma eleição poderia ter um resultado muito diferente se os indivíduos que anulassem seu voto não tivessem feito isso.
Além disso, apelar para a nulidade representa a falta de compreensão por toda a luta de uma geração inteira em busca do retorno da democracia, durante o período ditatorial, onde muito foram mortos lutando pela volta dela.

Muitas vezes, para quem vota nulo, faltam conhecimento e capacidade para interpretar que o seu voto, sua representatividade, faz toda a diferença, afinal o seu representante, político, irá falar por você, tratará de medidas do seu interesse.

Busque o conhecimento, aprofunde-se nas propostas dos candidatos, não anule o voto, não deixe que terceiros decidam por você. Para ter um país com um futuro próspero, o voto é a chave de partida para isso. Então, no domingo, não vote nulo.
Se você gostou do post, curta nossa página no Facebook e fique ligado para nossas novidades! Só clicar aqui. 

Vote!

domingo, 19 de outubro de 2014

Linkin Park

Há tempo é de interesse resenhar um show do Linkin Park. A última oportunidade para que isso pudesse ter acontecido foi no Rock in Rio Portugal, mas o tempo na época estava escasso.
Essa banda é, sem dúvida alguma, uma das mais importantes da nova geração do rock, as misturas que eles promovem rompem as barreiras das nomeclaturas que designam o estilo das bandas, e esse é um dos grandes motivos que levou a banda a vender mais de 60 milhões de discos ao redor mundo e redespertar o interesse dos jovens para o rock, sendo muitas vezes a porta de entrada, por causa do dubstep, do rap, da eletrônica e do hip hop, que juntos, num disco único, soam muito bem e, de certa forma, promovem a interação entre os estilos com bom e velho rock'n'roll.
Os fãs da banda aguardavam ansiosamente a subida dos seus ídolos ao palco. Chester, Mike e sua turma começaram o show da "The Hunting Party Tour" no Brasil  ao som de Guilty All The Same, do mais novo álbum da banda, que dá nome a turnê do grupo. Esse álbum é o resgate da alma mais pesada da banda, mas é assunto para outra postagem.
O passeio pelos trabalhos anteriores começa com "Given Up" do disco "Minutes to Midnight". Eletrizante, o show continuou com um grande bloco do EP "Hybrid Theory", que foi o álbum de estreia da banda, então "With You", "One Step Closer" e "Papercut" foram tocadas em sequência.
"Rebellion" e "Runaway"continuaram com a insanidade popular.  Após um considerável intervalo, a balada"Leave Out The Rest",  diminuiu consideravelmente o peso das guitarras na apresentação.
Ainda nessa onda mais leve, "Numb", do disco "Meteora", retomou a época da carreira da banda onde os elementos da música eletrônica marcaram mais presença, caracterizando a banda como um pouco mais alternativa, por isso que no mesmo bloco veio "Waiting For The End", do álbum "A Thousand of Suns", que tem uma levada de rap forte, fortalecendo a mistura característica da banda e, ao mesmo tempo, é uma balada, assim como "Final Masquerade".
Na parte final do show, mais um sucesso, "Somewhere I Belong trouxe peso novamente as guitarras e "In The End" e "Faint", trataram de encerrar o terceiro bloco de maneira incrível. No encore eles trouxeram "Burn It Down" e "Lost In The Echo", do EP "Living Things", "New Divide", o Mike fazendo um solo de rap emendando com "Points of Authority", continuaram com "Until It's Gone", "What I've Done" e fecharam com "Bleed It Out."
Isso foi o Linkin Park no Brasil, uma show alucinante, imponente, performático, interativo e que produz belas imagens porque é um show muito bem produzido. A apresentação foi muito bem equilibrada, todas as épocas da banda foram contempladas no setlist. E o show mostra, mais uma vez, como funciona bem a dupla Chester Bennington e Mike Shinoda no comando da banda.
Amanhã é o último show do grupo aqui no Brasil, em Brasília, por isso existem fortes rumores de que a banda será escalada para o Rock in Rio do ano que vem. Se essa informação se confirmar será mais um grande show para o evento.





  • Panic! At The Disco
Quem compareceu nessa noite para assistir ao show do Linkin Park, na Esplanda do Mineirão, viu um grandioso show do Panic! At The Disco. Brendon Urie é simplesmente fantástico, é um grande frontman em cima do palco, faz de tudo um pouco, de distorções na voz até solo de bateria.
Vegas Lights abriu o show que é um grande passeio por todas as fases da banda. É um show visualmente muito bonito, mostra muito bem a presença da banda, que trouxe para o Brasil suas músicas mais pegadas nas raízes da música eletrônica do que nos riffs sessentistas que a banda apresentou em alguns discos.
Cover do Queen não é fácil, para banda nenhuma. Cover de uma música consagrada é mais difícil ainda. A banda tirou esse fato de letra e fez uma leitura muito similar a que a banda de Fred Mercury costumava apresentar, Bohemian Rhapsody foi um grande recheio no show.
Por último e mais importante, I write sins not tragedies, encerrou um grande show, que se tornou um grande aquecimento para o pessoal do Linkin Park, que foi a última banda a subir no palco do Circuito Banco do Brasil.
Se você gostou do post, curta nossa página no Facebook e fique ligado para nossas novidades! Só clicar aqui
 





sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Anabelle - O Filme

Anabelle chegou aos cinemas em 03 de outubro de 2014 e já deixou suas marcas pelo mundo.
O filme é baseado em fatos reais e tem como propósito a tentativa descrever minuciosamente a lenda urbana da Anabelle.
É estrelado por Annabelle Wallis e Ward Horton.
Um casal se prepara para a chegada de sua primeira filha, e compra para ela uma boneca. Mas, quando sua casa é invadida por membros de uma seita satânica, o casal é violentamente atacado e a mulher que tentou matá-los morre ensanguentada em cima da boneca que o marido havia comprado cujo nome era Anabelle,e que se torna recipiente de uma entidade do mal.
Além de ser uma história alucinante e de deixar quem a conhece muito intrigado, Anabelle apresenta efeitos especiais muito característicos que permitem várias vezes ao público tomarem sustos inesperados.
Mesmo não sendo um filme muito pesado, se comparado ao Exorcismo de Emily Rose, é bastante  recheado de suspense e drama.
 A real história de Anabelle de acordo com pesquisas é diferente da apresentada no filme.
 Esse é um resumo da real história:
"Muito antes de o filme Invocação do Mal estrear nos cinemas em 2013, uma lenda sobre a boneca Annabelle já circulava na internet, causando arrepios e deixando pessoas ao redor do mundo sem conseguir fechar os olhos. Tudo começou em 1970, quando uma mãe comprou um simples presente para a filha: uma boneca.
Durante algum tempo, tudo esteve normal: Donna(a dona) colocava Annabelle sobre a cama todas as noites, encantada com o presente. Um dia, Angie e Donna saíram. Quando voltaram, notaram algo diferente: Annabelle não estava no local de costume, sobre a cama. Isso aconteceu várias vezes: a boneca era encontrada ora sentada no sofá, com as pernas cruzadas, ora na sala de jantar, encostada em uma das cadeiras. 
Annabelle “aprendeu” a escrever. Um mês após as estranhas movimentações da boneca, Donna e Angie começaram a encontrar pedaços de pergaminho onde as palavras “Ajude-nos” ou “Ajude Lou” estavam escritas numa caligrafia de criança. 
Sempre que tentavam livrar-se da boneca, encontravam-na de novo em casa como se ela sequer tivesse saído de lá. Apenas quando o casal Warren entrou em cena, como podemos observar no filme Invocação do Mal, os três descobriram que a boneca não guardava o espírito de uma criança – e que um demônio habitava a casa, enganara a todos e estava quase possuindo um deles. "

É uma história realmente assustadora e que o filme retrata de um modo muito inteligente e curioso porque a boneca do filme é muito mais assustadora do que a verdadeira mas tem aquele ditado: "Nem tudo o que parece ser, realmente é"
Para aqueles verdadeiros fãs de suspense e que gostam de tomar sustos em filmes, vale muito a pena conferir.

 Uma dica: Se você quer assustar seu amigo ou sua amiga no filme, leve uma simples boneca e uma lanterna e acenda na cabeça quando os momentos de agonia começarem,garantindo assim seu momento de felicidade durante um filme de terror que mais parece suspense do que terror.
 Se você gostou do Post, curta nossa página no Facebook e fique ligado para nossas novidades! Só clicar aqui
 

terça-feira, 14 de outubro de 2014

(Quase)Tudo pela Audiência

Se parece com título de programa da RedeTV!, dos mais senscionalistas possíveis, mas, não, não é um programa da emissora paulista. É, na verdade, uma tentativa de mais um programa humorístico do Multishow, uma tentativa.
O programa tem um gosto extremamente duvidoso, não é um programa bom, é um desperdício de talento de uma grande atriz de humor, Tatá Werneck, e de um excelente roteirista, Fábio Porchat, ou seja, teria tudo para dar certo, mas não deu.
A ideia central do programa é satirizar quadros que fazem parte das mais diversas atrações espalhadas pela grade da TV aberta brasileira, aqueles que sempre estão a fim de "amarrar" a audiência, mas sempre sendo feitos de uma maneira cômica. Muita vezes a comicidade não fica sensível, ficando impossível gargalhar,e , diferente do que é proposto pelo nome, não faz muito esforço para dominar a audiência
Outro ponto que é um pouco discutível também, é discutível porque algumas pessoas gostam e outras consideram uma falta de respeito, e não relevam mesmo sendo humor, é o "bullying" que os apresentadores fazem com a plateia, que é formada majoritariamente por membros da classe C colocados ali justamente para serem chacoteados.
Particularmente não sou contra o que eles fazem, mas não compactuo de haver a real necessidade disso ser feito na televisão, é diferente você brincar com a classe C, ou inferiores, por causa de algumas atitudes que a, denominada, classe A julga ser errado. Num churrasco, por exemplo, acaba sendo uma coisa entre amigos. Na TV soa meio preconceituoso. Mas não sou contra, eles possuem a "liberdade" que o humorista deve ter para realizar a piada.
Além disso é um programa refém do convidado, depende do convidado, que em muitas das vezes são grandes nomes, para ter pauta, ao menos, interessante. É similar ao que acontece com o Legendários, da Record. Porém quem apresenta é o Fábio Porchat e a Tatá Werneck, que mesmo o programa sendo ruim, no improviso, eles conseguem vez ou outra provocar risos no mais cético dos telespectadores.
Já está sendo gravada a segunda temporada da atração. A expectativa é: "Tomara que seja melhor que a primeira."
Fique atento aos nossos posts no blog e curta nossa página no Facebook. Clique aqui!







P.S - As atividades aqui no Blog voltarão a normalidade nos próximos dias. Agradecemos pelas visitas, mesmo estando 14 dias sem atualização alguma.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Gotham

A morte de um familiar pode ser marcante para uma vida, o assassinato de seus pais em sua frente é pior ainda. O pequeno Bruce, aos 12 anos de idade, teve que presenciar isso. A morte de Thomas e Martha Wayne determina o início da história de uma série que promete ser uma das melhores dos últimos tempos.
Jim Gordon, o policial mais íntegro de Gotham, era apenas um detetive incapaz de negociar com o narcotráfico, diferente de seu parceiro Harvey Bullock, e de cometer execuções injustas, fica na responsabilidade de descobrir o assassino dos pais de Bruce.
Não há margem para erro em Gotham, toda o crime está organizado em rede e, essa, segue aos comandos de Falcone, o principal mafioso da cidade, talvez o principal responsável por mandar assassinar os pais de Bruce.
E não é só apenas no Rio de Janeiro que os policiais, alguns poucos é claro, mantêm relações com bandidos. Montoya e Allen são investigadores da divisão de crimes de grande complexidade. Eles mantinham relações com Oswald, o pinguim e integrante da máfia da Fish Mooney que tem relações com Carmine Falcone, o grande chefe do crime de Gotham.
Outro importante ponto do roteiro da série é que ela mostrará o aparecimento dos principais vilões do futuro Batman. Então já no primeiro episódio mostraram o Pinguim, completamente psicótico, e deram pistas do surgimento do Charada.
A cidade de New York ficou irreconhecível graças ao grande efeito especial que foi empregado para torná-la na cidade mais criminosa da América, Gotham. Gárgulas apareceram no topo dos prédios o que contribuiu muito bem para o efeito ser mais real.
Muitos achavam que seria uma série falando sobre o Batman, tendo-o como personagem principal. Frustraram-se. O jovem  Wayne tem muito a revelar nos próximos episódios, menos a sede por vingança, pois isso já está bem claro.
Fique atento aos nossos posts no blog e curta nossa página no Facebook. Clique aqui!



sábado, 27 de setembro de 2014

Rock In Rio Las Vegas 2015

Boa noite, leitores do blog, fãs do Rock N' Roll e de outros estilos musicais.
Esse post é para todos aqueles gostam de um bom festival de música e que, além de um ótimo line-up, seja organizado e seguro. Juntando isso tudo, é claro que estamos falando do Rock in Rio que em maio de 2015 será realizado em Las Vegas, a cidade dos grandes cassinos e uma das mais belas do Mundo.
Ontem(26) a organização do evento liberou uma pequena parte de artistas que estão incluídos no line-up, entre eles estão: Metallica, Linkin Park, John Legend, Taylor Swift e Deftones.
O Metallica conhece muito bem o festival, já participou seis vezes e nos últimos, aqui no Brasil, não esteve de fora. Essa será a sétima vez e todos contam com um show histórico da banda.
Já a banda Linkin Park é bem conhecida pela sua mistura de rap com rock e um pouco de eletrônica. Já tocaram em 2008, 2012 e 2014 no festival na sua versão europeia. Possui clássicos como In the End e Numb.
John Legend é cantor, músico, compositor e produtor e tem fortes influências da soul music além de forte ligação com o R&B, também. O cantor tem fama por construção de melodias bem bonitas.
A cantora Taylor Swift combina o country e o pop e já gravou uma música com a cantora brasileira Paula Fernandes. Em breve lançará seu novo álbum e poderá ser visto no Rock in Rio USA.
 Bom galera, está bem próximo e as chances para garantir seu ingresso estão acabando. Se você gosta de um grande evento musical, essa é sua chance.
O Brasil não ficou de fora. A organização anunciou para o país os nomes de Katy Perry, que já esteve no festival em 2011, e volta ao festival como um dos grandes nomes do pop internacional. John Legend é outro que vem ao Brasil em setembro de 2015. Ele vem para tocar no Sunset, no que será o provável dia da black music.
Então, a escalação do John é um forte indicativo de que o headliner desse dia no Palco Mundo será o Bruno Mars, que trará na bagagem um disco incrível que é o "Unorthodox Jukebox". Junto ao Bruno, provavelmente, virá o Pharrel Williams, já que eles estão fazendo a turnê "Moonshine Jungle" pelo mundo juntos.
Fique atento aos nossos posts no blog e curta nossa página no facebook. Clique aqui!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Mundial de Vôlei 2014

Ah! Foi uma pena. Escapou, talvez, por um excesso de confiança da seleção brasileira de vôlei, que massacrou os poloneses no primeiro set, e nos demais assistiu a Polônia jogar o tradicional vôlei apresentado pelos brasileiros por 14 longos anos.
Mas, mesmo assim, gigante é a nossa seleção que chegou a final de todos os torneios que disputou, tendo como pior resultado o segundo lugar. A perfeição buscada por Bernardinho com essa seleção parece estar perto de ser concretizada.
Bernardinho diz que falta "aquele algo a mais" e que irá "repensar o jogo visando o ouro olímpico." E ainda foi além criticando a Federação Internacional de Volleyball(FIVB) mostrando a sua preocupação com "o futuro do vôlei", lembrando que a FIVB é comandada por Ary Graça, ex-presidente da Confederação Brasileira de Vôlei.
Voltando ao campeonato, a seleção foi brilhante na primeira fase, invicta, vencendo todas as partidas por 3x0. A única derrota, até então, fora na fase classificatória para as semifinais onde o Brasil perdeu para a Polônia, as reclamações de Bernardinho contra a FIVB começaram antes dessa partida.
Na volta a Katowice, Polônia, a seleção se apresentou bastante tranquila para enfrentar mais de 10 mil poloneses torcendo contra, e mais de 40 mil do lado de fora do ginásio torcendo pelo segundo título mundial polonês nos últimos 40 anos.
Então, a atmosfera, estava completamente contrária ao time verde e amarelo que a superou no primeiro set, porém, depois, se perdeu na partida. A entrada do levantador polonês reserva no segundo set mudou completamente a partida. E o time brasileiro foi derrotado por 3x1.
Esse seria o quarto título mundial consecutivo da seleção brasileira, seria a primeira equipe a realizar essa façanha. O Brasil é um país rico no esporte, possui muito material humano, tendo uma das ligas mais importante do mundo, e investimento. E o Brasil é gigante.






sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Viva a Revolução!

O Capital Inicial é uma das bandas das antigas, da geração dos anos 80 do rock brasileiro, que continua fazendo sucesso e tem lançamentos bem sucedidos nos últimos anos.
Esse mês, Dinho Ouro preto e seus parceiros lançaram o primeiro EP de sua carreira, o "Viva a Revolução".
O EP tem diversas novidades, Entre as canções no álbum, também conta com as participações do Cone Crew Diretoria e de Thiago Castanho (Ex-guitarrista do Charlie Brown Jr) que toca uma música nas gravações.

O EP conta com as faixas:
  1. Melhor do Que Ontem
  2. Tarde Demais
  3. Viva A Revolução (part. ConeCrewDiretoria)
  4. Não Tenho Nome
  5. Bom Dia Mundo Cruel
  6. Coração Vazio (part. Thiago Castanho)
  7. Viva A Revolução (Ao Vivo - Bônus)

  O disco fala sobre a política, mas não aborda muito o tema como ocorria muito nos discos anteriores como o "Saturno"(disco anterior).
Uma explicação para isso foi porque eles viveram a época das revoluções, uma época em que havia censura e os direitos de liberdade eram mínimos. Pode-se se dizer que eles viveram uma redemocratização.
Para quem espera discos e fases mais brandas do Capital, Dinho, 50 anos, avisa que vai fazer rock a vida toda. “No Brasil, as pessoas esperam que rock seja uma coisa circunscrita à juventude. E eu nem sou tão mais velho que o David Grohl (Foo Fighters).
Como fã da banda, é isso que eu espero, porque o Rock e sua real essência não podem morrer, precisam se manter eternamente vivos em nossas lembranças e em nossos corações.
Para você que gosta do Capital e curte o bom e velho Rock N' Roll, ouça o disco do Capital e viaje nas letras repletas de mensagens políticas e sociais que tiveram como pano de fundo e fonte inspiração as manifestações do ano passado.                        









quinta-feira, 18 de setembro de 2014

The Voice Brasil - O retorno

Há dois anos o programa revolucionou o segmento dos reality shows musicais, no Brasil, e apresentou para o país a seriedade das grandes competições desde o início da disputa. O que é exatamente ao contrário do Ídolos, que tenta no humor levantar a audiência na sua fase inicial.
O programa já revelou para a música brasileira dois grandes nomes: Ellen Oléria e Sam Alves. O último é sucesso absoluto. Seu vídeo da sua nova música de trabalho, "Be With Me", já ultrapassou 1 milhão de visualizações no Youtube.
Para essa temporada houve a manutenção do time de jurados, ou seja Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e o cantor sertanejo Daniel capitanearão a busca pela nova voz do Brasil. No comando do programa continua o bem humorado Thiago Leifert. A novidade dessa vez é a substituição de Miá Mello por Fernanda Souza nas reportagens.
Porém as novidades não ficam apenas ele. A direção do programa alterou algumas regras do programa, que pretende dar mais emoção as audições. Agora, na etapa de audição às cegas, o candidato se apresenta atrás de uma cortina, que só revelará o postulante após algum técnico escolhe-lo.
Indo mais além ainda, os participantes de edições passadas que não foram escolhidos por nenhum dos técnicos terão uma nova oportunidade de se candidatar a ser a nova voz do Brasil. Essa etapa foi batizada de "Segunda Chance".
O sucesso do The Voice é inegável, a sua qualidade também. Muita expectativa foi, mais uma vez, criada em torno do programa, que pretende comandar a audiência da Globo no segundo semestre após a novel do horário nobre.


segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Cidades de Papel

Esse é o típico livro que o leitor tem que estar com a mente aberta, para poder captar todas as reflexões e analogias apresentadas pelos personagens no livro. Dentre as lições e analogias, destaca-se a questão das Cidades de Papel que nomeia e, de certa forma, rege todo o enredo do livro. Além disso, lições sobre relações interpessoais também são muito bem abordadas por John em sua obra.
Margo, uma menina linda, popular e carismática, vivia de uma máscara, pois, na verdade, era uma garota bastante infeliz por causa do meio em que vivia. Ela é a paixão de Quentin Jacobsen, o “herói” do livro, um garoto pacato, de bem com a vida, sua principal ambição era se colocar numa boa faculdade.
Piadas inteligentes, personagens secundários adoráveis, em suma maioria, e outros odiosos, como os pais da Margo, que pouco se importam com o sumiço da filha e tentam, de várias maneiras, isentar-se de qualquer culpa e jogá-la para cima da menina, fazem parte dessa longa história.
A narrativa se desenrola através das histórias, secundárias, de Quentin e o mistério provocado pelo sumiço de Margo, que no princípio se apresentava como uma menina que se importava com sua imagem, mas que depois isso é completamente desmistificado.
O que o classifica como um livro extremamente chato, começa muito bem, com muita emoção e aventura, mas que se perde completamente dessa linha e a obra se resume nas histórias secundárias de uma vida de um adolescente que está se formando no ensino médio.
Portanto, não é um livro muito indicado para começar sua vida de leitor, podendo afastar alguns do mundo da leitura por seu enredo tedioso. John Green pecou na história, porém marcou importantes pontos na apresentação de reflexões inteligentes e atuais.





sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Malta (Novo CD e Videoclipe)


Malta, para quem não conhece, é a atual banda campeã do novo reality show da emissora Rede Globo(Superstar). Seu estilo musical é o rock, mas tem conquistado fãs de todos os gostos e estilos por causa das letras melódicas feitas pelo vocalista Bruno Boncini e também pela pegada que a banda possui no seu repertório.
 É formada pelos quatro integrantes Adriano Daga (Bateria), Bruno Boncini (Vocal), Diego Lopes (Baixo) e Thor Moraes (Guitarra) - todos de São Paulo. O grupo surgiu  em setembro de 2013,  e apesar de muitos piercings, tatuagem, roupas pretas, a banda "prega o amor" em todas as canções. Os integrantes definem seu estilo como “bruto romântico” e tem a intenção de alcançar o público mais maduro, apesar de que a legião de jovens que curtem a banda é extremamente grande. Na página do Facebook já ultrapassaram os 2 milhões de likes.
"Supernova", álbum de estreia da  Malta, foi divulgado para audição na íntegra nesta segunda-feira. A banda paulista garantiu o contrato com a gravadora Som Livre após a conquista do Superstar.
O álbum conta com faixas conhecidas da galera como: ''Diz pra mim", "Memórias", "Nova História"  entre outras faixas inéditas.
A produção fica por conta de Brendan Duffey, em parceria com o baterista Adriano. 
Nessa semana já começam uma turnê nacional. E não se esqueça, tem Malta em Campos no dia 20 de setembro, ou seja semana que vem.



Lançamento do Clipe "Diz pra mim"


  O lançamento do clipe foi ontem, quinta feira, 11/09 no programa TVZ do canal Multishow.
Confira o Clipe : Clique aqui

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

SWU

"Starts With You"(SWU), "Começa com você" em tradução literal, foi o maior festival de música do Brasil por alguns anos. Sob a bandeira da sustentabilidade,principalmente, o evento movimentava o cenário musical brasileiro e era objeto de desejo dos fãs e dos músicos tupiniquins.
Passaram por esse festival alguma das maiores bandas e cantores do mundo. O palco que recebeu Linkin Park, Kings Of Leon, The Black Eyed Peas, Avenged Sevenfold, Queens of the Stone Age, Faith No More, Alice in Chains, e muitos outros, simplesmente deixou de existir.
O que era para ser o Woodstock brasileiro obteve muito sucesso e repercussão, numa época onde festivais desta magnitude eram, praticamente, impensáveis. O Brasil a época carecia de um grande festival. Então não haveria motivo para uma ascensão meteórica e um fim na escuridão.
Exatamente o que colocou o festival no topo foi o que, também, o "destruiu". O SWU foi uma espécie de teste para várias outras empresas promotoras de shows no Brasil, que aumentaram muito o número de suas realizações.
Fato que acabou inflacionando o mercado e, talvez, tenha provocado o fim desse evento. Uma vez que ele abrangia um público bastante amplo, o sumiço repentino do festival há 3 anos muito nos assusta.
A hipótese levantada, que é a mais aceitável, é aquela de que o evento era, na verdade, um teste para que outras grandes produções pudessem voltar, ou estrear, aqui no Brasil, visto
que a organizadora do SWU não esteve mais a frente de nada tão complexo quanto.
Mas é uma grande pena para o Brasil não ter um festival tão grande quanto o SWU, a ser somado ao Rock in Rio e Lollapalooza. Há muita especulação sobre a possível realização de um Bonaroo no país, algo que ainda precisa ser confirmado.
Enquanto isso, fiquemos na expectativa para a realização do Circuito Banco do Brasil, que é o maior festival de música itinerante que temos. Linkin Park* e Kings of Leon estão confirmados no line-up do evento, a primeira vez que essas bandas estiveram no Brasil para tocar num evento de grande repercussão foi no SWU.











*O Linkin Park esteve no Chimera Rock em 2004, mas o evento não tinha a mesma repercussão que o SWU.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Hércules (O Filme)

Hércules é o mais novo lançamento que está em cartaz nos cinemas.

O filme é dirigido por Brett Ratner (A Hora do Rush, X-Men) e tem  como protagonista, o ex-lutador e ator Dwayne “The Rock” Johnson que vai para as telonas agora como o filho de Zeus,
e um semi-deus cheio de marra e vontade de lutar. "The Rock" como é conhecido, ganhou sua fama à partir da sua atuação no filme Escorpião Rei que aliás foi literalmente um sucesso de público
Como será que deve ser interpretar um grandioso semi-deus conhecido por seus atos lendários em todo mundo?
"Eu te digo que.. Não é nada fácil!"
A preparação para o filme foi, segundo o ator, a mais intensa que já fez para atuar.
 Ele teve que treinar pesado por cinco meses, além de seguir uma intensa dieta que divulgou no Twitter: em sete refeições por dias, Dwayne ingeria 4 mil calorias, incluindo 430 gramas de carne por dia.
Falar pode ser até fácil, mas seguir uma rotina dessas não é pra qualquer um.
Filho de Zeus, semi-deus, responsável por superar 12 trabalhos extraordinários e romper a maldição Hera. Esta é a história mitológica e também a contada por Hércules e  seu grupo de mercenários como forma de assustar seus inimigos.
O personagem principal não está nunca sozinho, contando com a ajuda de Tydeus, Atalanta, Amphiarus e companhia. Eles recebem a missão de ajudar um rei que está tendo sua região atacada por selvagens.
Esses homens assassinam diversas pessoas em seu caminho, e com isso acabam despertando fama na região, até que o rei da Trácia chama Hércules e convida-o a treinar o seu exército, na intenção de transformá-los em verdadeiros mercenários.
Não se sabe quais são as reais pretensões do rei da Trácia, tal como a forma com que o Hércules irá resolver os problemas de seu passado, mas isso é o que será descoberto assistindo o filme.
Se você curte a mitologia grega e se interessa por essa grandiosa história que envolve os deuses e semi-deuses, não deixe de ver a Grande produção de Hércules(2014).
O trailer está disponível no nosso canal no Youtube. Não deixe de se inscrever! Clique aqui!